Fatos sobre dados biométricos

Quem precisará fornecer impressões digitais e foto (biometria)?

Todos que solicitarem:

  • visto de visitante
  • permissão de trabalho ou estudo (exceto cidadãos dos EUA)
  • residência permanente, ou
  • status de refugiado ou asilado

Dependendo do lugar onde apresentar sua solicitação, é possível que você precise fornecer sua biometria já no próximo verão(canadense):

  • A partir de julho de 2018 – solicitantes de visto da Europa, Oriente Médio e África
  • A partir de dezembro de 2018 – solicitantes da Ásia, Ásia-Pacífico e Américas

Existem algumas isenções:

  • cidadãos canadenses, solicitantes de cidadania (inclusive solicitantes de passaporte) ou residentes permanentes do Canadá
  • crianças com menos de 14 anos
  • solicitantes com mais de 79 anos (não há isenção com base no limite maior de idade para solicitantes de asilo)
  • cidadãos de países isentos de visto chegando ao Canadá como turistas com uma Autorização Eletrônica de Viagem (eTA) válida
  • chefes de Estado e chefes de governo
  • ministros e diplomatas credenciados de outros países e das Nações Unidas viajando ao Canadá em negócios oficiais
  • detentores de visto dos EUA que transitam pelo Canadá
  • requerentes de status de refugiado ou pessoas protegidas que já forneceram dados biométricos e estão solicitando visto de estudo ou trabalho
  • requerentes de residência temporária que já forneceram dados biométricos em apoio a um pedido de residência permanente que ainda esteja em andamento

Isenção temporária: solicitação no Canadá

Se você estiver solicitando visto de visitante, estudo ou trabalho ou residência permanente no Canadá – você está isento até que os centros de atendimento sejam implementados no Canadá.

Com que frequência você precisa fornecer suas impressões digitais e foto

Solicitantes de visto de visitante, estudo e trabalho

Seus dados biométricos só precisam ser fornecidos uma vez a cada 10 anos. Não é necessário coletar dados biométricos novamente até o vencimento do período de 10 anos.

Se você for de um destes 29 países/1 território e tiver um visto de turista válido ou permissão de estudo ou trabalho, se fizer a requisição:

  • ANTES do dia 31 de julho de 2018, deve coletar novamente seus dados biométricos (mesmo que os tenha fornecido no passado).
  • A PARTIR do dia 31 de julho de 2018, não precisa coletar seus dados biométricos novamente, se estiverem dentro da validade.
    • A validade de seus dados biométricos é de 10 anos a partir da data da coleta.

Solicitantes de residência permanente

Você precisará fornecer seus dados biométricos e pagar a taxa, independentemente de já haver fornecido sua biometria em apoio a uma solicitação de visto de visitante, estudo ou trabalho ou a uma outra solicitação de residência permanente.

Quanto custa

  • Solicitantes individuais: CAD $85
  • Famílias solicitando em conjunto e ao mesmo tempo: taxa total máxima de CAD $170
  • Grupos de três ou mais artistas e seus assistentes solicitando vistos de trabalho ao mesmo tempo: taxa total máxima de CAD $255

Por que o Governo do Canadá coleta dados biométricos

A coleta de dados biométricos é reconhecida mundialmente como uma ferramenta confiável e precisa para o estabelecimento da identidade. Mais de 70 países em todo o mundo estão utilizando biometria em seus programas de imigração.

A coleta de dados biométricos permite que o Governo do Canadá administre identidades com eficiência, facilita o processamento das solicitações e simplifica a entrada de viajantes com identidades legítimas. Também ajuda a prevenir, detectar e impedir a entrada daqueles que representam um risco para a saúde, a segurança e a proteção dos canandeses.

Como o Governo do Canadá usa os dados biométricos coletados

A biometria fornecerá informações adicionais aos oficiais de imigração para ajudar na tomada de decisões sobre a admissibilidade de uma pessoa e simplificará a viagem para indivíduos de baixo risco.

As impressões digitais são armazenadas pela Real Polícia Montada do Canadá (RPMC) no Arquivo Nacional e verificadas em relação a registros de imigração e fichas criminais. A verificação biométrica confirma se alguém solicitou entrada no Canadá anteriormente usando a mesma identidade ou identidade diferente, se tem uma condenação penal canadense anterior ou se já foi retirado do Canadá.

O compartilhamento de informações baseadas em biometria com Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e Reino Unido fortalecerá ainda mais a integridade do sistema de imigração canadense, de uma forma que respeite as leis de privacidade, as liberdades civis e os compromissos de direitos humanos do Canadá, inclusive a Carta Canadense de Direitos e Liberdades (Canadian Charter of Rights and Freedoms).

Na fronteira, a Agência de Serviços Fronteiriços do Canadá (Canada Border Services Agency) conseguirá confirmar de maneira rápida e precisa se a identidade de um viajante é legítima. Isso contribuirá para a entrada mais eficiente e pontual dos viajantes.

Nos oito principais aeroportos canadenses, a verificação de impressões digitais será realizada automaticamente em um quiosque de inspeção primária.

Nos outros aeroportos e portos de entrada terrestres, a verificação discricionária das impressões digitais será conduzida por um oficial de serviços de fronteira após encaminhamento para inspeção secundária, na qual a identidade do viajante será verificada para garantir que a pessoa que procura entrar no Canadá é a mesma que foi aprovada no exterior.

Report a problem or mistake on this page
Please select all that apply:

Thank you for your help!

You will not receive a reply. For enquiries, contact us.

Date modified: